Dammaj – Mutiny (1986) [Par Records/Roadrunner]

Dammaj – Mutiny (1986)
[Par Records / Roadrunner]

O Dammaj é uma banda americana de Tampa (Flórida), baseada nos irmãos Gilbert: Mick, Rich e Steve, que tocavam guitarra e baixo, respectivamente, completavam o line-up os competentes Greg Hill e Bob Newkirk, vocal e bateria.

Músicas como “Mutiny” (Motim) e “Smuggler” (contrabandista) complementaram a imagem pirata da banda. Os membros demonstraram algum interesse em voltar com a banda em 2001, e em 2003 a banda voltou a ativa com o line-up reformulado, tocando com os bateristas Jack The Lad e Krenshaw, fazendo shows em 2004, e inclusive um show com o line-up original, com Bob Newkirk no ‘Livermore”, Califórnia.

Enfim, a banda só lançou mesmo um único álbum, e é esse disco que eu vou comentar, o singular “Mutiny”.

Dois anos depois de uma demo tape, a banda Dammaj lança pelas gravadoras Par Records e Roadrunner o seu primeiro e único disco, “Mutiny”, que tinha na capa um pirata segurando uma guitarra (seria interessante uma turnê com o Running Wild), poucas músicas, pouca divulgação, e totalmente desconhecido hoje em dia.

A marcante “Smuggler” foi à música escolhida para abrir o disco, e de cara já mostra um Greg Hill inspiradíssimo, uma cozinha dando um show de melodia e peso, inclusive é o baixo que constrói toda a melodia dessa música, apesar de só ser perfeitamente audível a guitarra, e pra completar, um belo solo, eu diria que ela define bem o que é o disco como um todo, uma faixa simples, mas impactante, com pegada, boa melodia, e os pequenos detalhes que fazem a diferença no final.

No caso de “Smuggler”, esse detalhe aparece no final da música, que depois de um começo bem cadenciado, vai alinhando ao peso uma grande melodia, acaba em uma passagem magnífica, que é idêntica ao que o Metallica gravaria em 1991 na música “My Friend Of Misery”, que marcaria o disco de estrondoso sucesso da banda, Black Álbum. A passagem que eu cito, é uma bem calma, que aparece no comecinho e no meio de “My Friend Of Misery”, mas que na música do Dammaj, eu achei mais marcante, pois em “Smuggler”, assim que o solo acaba, entra toda aquela atmosfera serena, com a pegada firme da bateria, o baixo e as guitarras em calmaria, alguns efeitos belíssimos, e um Greg Hill que já não canta, e sim sussurra baixinho no ouvido do ouvinte… Caprichosamente admirável.

A maravilhosa “Devils & Angels” tem um riff bem Judas Priest, linhas de baixo pesadas e técnicas, e uma agressividade maior em relação a sua antecessora.

O solo é magnífico, repleto de feeling, e peso.

Assim como em “Smuggler”, “Devils & Angels” mostra-se uma faixa cadenciada e com a velocidade regulada pela bateria, e como peculiaridade, no finalzinho aparece uma voz sombria, que pelas letras deve fazer algum sentido.

March of the gladiators” começa com o som de uma espécie de rebelião, da pra escutar algumas pessoas brigando,agonizando e destruindo coisas, o que me leva a crer, além de outros fatores, que o disco é conceitual.

Mais uma vez a cozinha aciona a estrutura da música, e você vai escutando o baixo de Steve martelando repetidamente enquanto Greg Hill vai dando uma aula de feeling com o seu vozeirão realçado, o cara canta muito mesmo, é um dos vocalistas mais “classudos” que eu já escutei. A peculiaridade de “March of the gladiators” é uma passagem lenta (mais uma) que lembra vagamente um pouco de música árabe…

Mais uma faixa bastante cadenciada, e uma grande performance de Greg Hill.

Without you” é uma faixa bem agitada em ralação as outras, que apresenta guitarras dobradas, cozinha cavalgada, e é a faixa mais curta do disco, os vocais estão abafados e quase chega a passar despercebida, apesar de ser a mais animada do disco.

Mutiny” segue a linha Maiden, e foi à faixa escolhida para dar nome ao disco, e que bela escolha, ela começa com o som do mar, e depois vai ganhando uma forma sombria, que desencadeia em uma boa amostra da técnica e importância do baterista Bob Newkirk.

“Mutiny” apresenta um instrumental feroz,com um pé no progressivo, e para mim é um clássico.

Leather master” começa com cavalgadas típicas do 80´s heavy tradicional, e é uma faixa bem nervosa, com uma melodia forte, peso e ritmo frenético, além de um ótimo trabalho nas guitarras, e mais uma vez apresenta um baixo constante.

A rápida e intensa “Clashes of steel” apresenta ótimos vocais, ótimos riffs, ótimo refrão, um grande solo, e uma melodia maravilhosa, a mais bela do disco por sinal, que é finalizada com “To the bitter end”, um instrumental melancólico.

Como resultado, chegamos a conclusão que Greg Hill foi um vocalista com muito potencial para ter se limitado a gravar apenas esse disco (pelo menos eu não conheço outro trabalho dele).

O disco inteiro apresenta uma boa pegada da bateria, bateria essa que dita à velocidade de quase todas as músicas, riff´s bem Heavy tradicional característicos da época, solos fantásticos, belas melodias, linhas de baixo marcantes e com muita técnica, atmosferas magníficas, e o principal, alguns detalhes bem peculiares que destoam um pouco o Dammaj do cenário da época, além do cuidado cirúrgico e carinho que a banda teve na produção do disco. Enfim, da pra notar que eles levaram em conta cada mínimo detalhe na hora da produção das músicas e gravação, e Mutiny foi e é um clássico eterno, de uma banda que tem tudo pra continuar sendo eternamente desconhecida (tinha, até aparecer no H2R).


Imagens:

Imagem

Imagem

Imagem

 

Lista de Músicas:

1. Smuggler                                    (04:30)        10**
2. Devils & Angels                           (04:31)        10*
3. March of the gladiators               (05:21)        10*
4. Without you                                (03:12)         8,0
5. Mutiny                                    (05:53)        10**
6. Leather master                            (04:52)      9,0
7. Clashes of steel                          (05:28)        10*
8. To the bitter end                          (01:36)         x


Nota:
9,75
Nota reavaliada: 10*******
Estrelas: 7

Tempo total: 37:00


Escute as Músicas


Formação:

Vocal: Greg Hill
Guitarra: Mick Gilbert
Guitarra: Rich Gilbert
Baixo: Steve Gilbert
Bateria: Bob Newkirk


Vídeos:

watch?v=b5oC2SYCtPI


Fatos e Curiosidades:

- Boatos de um novo disco circularam no meio underground, mas nada se concretizou, sendo assim, a banda deixou um legado curtíssimo, apenas uma demo raríssima de 1984 financiada pela própria banda com Três músicas: a inédita para quase todos os raríssimos fãs,“Metal Rules” e duas músicas que saíram no “Munity”, “Smuggler” e “Leather Máster”, que na demo tape eram um pouco maiores.

- A banda ficou desapontada com a capa, pois o produtor sabia que queriam um tema relacionado a navios, para combinar com a história, mas ele não os deu ouvidos. Ele também citou apenas uma guitarra, enquanto o Dammaj era conhecido por ser uma banda com uma dupla de guitarras.

- A música Mutiny é baseada na história Mutiny on the Bounty” (história verídica, ocorrida em 1789, em que Fletcher Christian comandou um motim no navio inglês Bounty, por não concordar com a forma severa com que seu capitão, William Blight, os comandava. Este acontecimento provocou uma reformulação na forma como os capitães da marinha britânica passaram a comandar seus navios). Nós gostamos de escrever músicas seguindo pelo menos a linha de uma história ou evento, como March of the Gladiators” ou Smuggler ” com a música mudando o seu ritmo, e contando a história do mesmo jeito que as letras.


Colabore com a banda:

https://www.facebook.com/dammajofficial

http://www.skolrecords.com/



Créditos:
Por
Kataóka

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Facebook Comments

comments


5 Comments

  1. kataoka January 9, 2010 6:48 pm 

    Senha (key):

    http://h2remfoco.wordpress.com/

    O que você achou do álbum? (What do you think about the albun?)

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

  2. gregory a hill April 2, 2010 12:23 pm 

    thanks

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

  3. kataoka April 19, 2010 1:30 am 

    Are you Greg Hill of Dammaj?
    :o

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

  4. gregory a hill July 8, 2010 3:47 am 

    Yep Its me.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

  5. gregory a hill July 8, 2010 3:49 am 

    email me at ghill21343@aol.com or on facebook under greg hill

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*